nos 40 anos do 25 de abril


caminhos de abril

caminhos de abril

 

foram cravos que de balas
cansados estavam os que seguiram
o plano desenhado para a paz
por mãos certeiras e sábias
o segredo fora bem guardado

espalhados pela terra que pisamos
pedaços de corpos ou o suposto de o terem sido
vindos de guerras compradas por outros
onde como em todas entre morrer ou matar
não havia outro caminho
fugidos muitos de outras terras diziam
como os nossos

foram cravos e povo
foi um povo que não mais quis ser escravo
foram homens e mulheres
foi um dia diferente em que o sol nasceu
noite ainda
renovado acordou o país

quarenta anos passados
cansado de novo de outros senhores
de outros senhores
há quem continue disposto a lutar
pela beleza do sonho inconcretizado
aos quarenta anos não se está velho
nunca é tarde aos quarenta

o povo é sereno alguns dirão
também o plaino antes do furacão

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s