o tejo e a poesia “campos de memória”


o tejo e a poesia "campos de memória"

(transcrição da newsletter)

Esta Folha trata do relato dos percursos pedestres e culturais tendo como fundo a Vila Poema (Constância) e de todos os detalhes que lhe dão identidade única.

É uma Folha sobre as memórias desses campos e desse património. Segundo os seus autores, Ana Paula Pinto e Carlos Vitorino, “nos lagares das quintas que visitámos, a maquinaria inerte (…) espera melhores dias. Dias em que renasçam num museu vivo”…

De acordo com o seu relato, “o percurso pedestre pela parte norte do concelho de Constância inicia-se pela estrada junto ao Tejo. Um pouco à frente do cais, onde permanecem alguns barcos, propriedade da Câmara e do Sr. Sérgio, último avieiro destas “paragens”, tomamos uma estrada ainda mais estreita. Segue pela margem direita do rio, campo dentro…”

Aqui fica o registo destes percursos que nos ensinam a reconhecer as nossas raízes e que se incluirão na Rota da Cultura Avieira, que continuamos a construir.

 

O gabinete de coordenação

(Projecto de candidatura da cultura Avieira a património imaterial nacional e da UNESCO)

 

Cultura Avieira – Um património, uma identidade

FOLHA Nº34_O Tejo e a Poesia – CAMPOS DE MEMÓRIA

o tejo e a poesia_constância 2011


 

o tejo e a poseia_constância 2011

(transcrição da newsletter)

Assinalamos as II Jornadas Europeias do Património e o Dia Mundial do Turismo, em que participámos no mês de Setembro, em Constância, em actividades promovidas pela sua Câmara Municipal.

Por motivos da riqueza e da quantidade dessas actividades foi difícil encontrar o equilíbrio para relatar “ O Tejo e a Poesia” e as seguintes, sempre na perspectiva de obter o máximo de informação vivida.

A apresentação dessas actividades resultou num conjunto de 5 foto-textos que agora publicamos em forma de Folhas Informativas. Constituem partes do, digamos, documento inicial, ao qual se deu o nome genérico de “O Tejo e a Poesia”.

O documento inicial – por nós designado como Parte I, e que agora publicamos – corresponde ao seminário de sábado dia 24, que decorreu na Casa Memória de Camões, promovido em colaboração com a associação “Amigos do Tejo”.

Segue-se um conjunto de mais quatro Folhas, correspondentes às restantes “partes”, todas integradas nas II Jornadas Europeias do Património, celebradas em Constância:

Parte II: Campos de Memória – Percurso pedestre pelas quintas do concelho;

Parte III: Pedra sobre Pedra – Percurso pedestre e visita pela vila a locais de interesse histórico e cultural;

Parte IV: EcoConstância – Passeio fluvial com observação da fauna, da flora, e da sua relação com o património imaterial de Constância;

Parte V: Percurso Camoniano – Percurso nocturno ao Jardim Horto de Camões, Casa dos Arcos (Casa Memória) e alguns pontos da vila, com declamação de poesia e música quinhentista.

 

Gabinete de Coordenação

(projecto de candidatura da cultura Avieira a património imaterial nacional e da Unesco)

Cultura Avieira – Um património, uma identidade

 

 
publicação da newsletter nº33 do gabinete de coordenação

o instante


e, no entanto

 
de bolor
estes dias anoitecidos
bafientos
 
e
no entanto
há ainda o voo
não do moscardo
mas do homem
no
exacto instante
em que
poisado
em tábua frágil
se ergue sobre
o mar
 
nada existe
então
senão
o instante
o breve instante
suspenso do tempo
sem chão
aparente
 
em que tudo é
sem nada ser
 
o vento corre sobre as ondas
e os homens